PROCESSO SELETIVO 2023 INSCREVA-SE

GRADUAÇÃO - BACHARELADO EM ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA

Curso AUTORIZADO pela Portaria Ministerial n 1.263 de 18-11-2021, publicado no DOU 19-11-2021

OBJETIVOS DO CURSO

Os objetivos de cada curso demonstram os propósitos pensados, a contribuição para o crescimento regional e nacional, a compatibilidade entre as habilidades e competências almejadas, a combinação das diretrizes curriculares nacionais com as suas modalidades de ensino superior e, principalmente, a completa incorporação entre a identidade Institucional da IES e a formação profissional que torna possível a inserção do aluno no mercado de trabalho.

O curso de Bacharel em Engenharia Ambiental e Sanitária da Faculdade AJES, em consonância com políticas da IES e as orientações definidas nas Diretrizes Curriculares vigentes, no PPI e PDI, elenca seus objetivos gerais e específicos conforme a seguir:

OBJETIVOS GERAIS

A AJES tem como um de seus principais objetivos preparar profissionais éticos e competentes, capazes de contribuir para o desenvolvimento da região e o bem-estar e qualidade de vida de seus cidadãos. Para tanto, ciente de sua responsabilidade social, busca a compreensão das reais necessidades e caminhos para que esse desenvolvimento ocorra, primando pela inclusão social de seus alunos e egressos e desenvolvendo atividades educacionais de nível superior condizentes com o que se espera de uma Instituição, cujos princípios, em sua solidez, permitam responder com prontidão e eficiência aos muitos desafios de uma sociedade em constante transformação.

Por sua vez, o Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Faculdade AJES tem como objetivos gerais a formação de profissionais para atuarem nas áreas de Saneamento, Meio Ambiente, Saúde Pública, e outras atividades para atender a demanda da sociedade, especialmente, mas não só, da região amazônica. Essa atuação deve ser de maneira crítica, debatendo temas atuais, relacionando a globalidade, universalidade, localidade e particularidade, visando ao crescimento sustentável da agricultura e da pecuária e ao bem-estar das populações urbanas e rurais. Além disso, pretende formar profissionais com capacidade de gerenciar e executar projetos, de organizar e coordenar equipes a fim de buscar soluções técnicas ajustadas às demandas existentes, sob os aspectos econômicos, ambientais e sociais. Ao proposto acima, inclui-se a proposição de estimular a visão empreendedora e humanística, além do constante aprimoramento técnico dos egressos, sem que haja distanciamento dos mesmos com as condições socioculturais inerentes ao homem do campo, em suas regiões de atuação.

O mercado de trabalho para o Engenheiro Ambiental e Sanitário no Brasil atualmente está em pleno crescimento, pois, em nossa contemporaneidade, é quase impossível pensar em uma organização de médio ou grande porte funcionando sem cumprir o processo de licenciamento ambiental e as condicionantes e restrições de sua licença ambiental; ou sem a estruturação e implantação de um sistema de gestão ambiental, sendo que o Engenheiro Ambiental e Sanitário é o profissional mais qualificado para implementação e operacionalização desses processos. Em uma visão mais abrangente, o Engenheiro Ambiental e Sanitário da Faculdade AJES deverá ter capacidade de exercer gestão de equipes multidisciplinares em regiões com diferentes índices de desenvolvimento, adequando seus conhecimentos técnicos às condições econômicas e sociais estabelecidas, buscando constantemente inovação tecnológica para si e seus pares.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  1. Formar profissionais com espírito empreendedor, visão do contexto social, compromisso ético e aptidão para atuarem nas diversas áreas que compõem o campo da Engenharia Ambiental e Sanitária;
  2. Proporcionar visão ampla e abrangente dos processos, bem como dos agentes sociais, econômicos, jurídicos e institucionais que interagem com os mesmos;
  • Desenvolver e aprimorar no aluno a capacidade de análise crítica das diferentes variáveis científicas, tecnológicas, econômicas, sociais e políticas inerentes às atividades múltiplas da Engenharia Ambiental e Sanitária, de forma que lhe permita atuar positivamente na gestão e na tomada de decisão;
  1. Proporcionar uma formação humanística e ética que possa qualificar engenheiros ambientais para atuarem no mercado conscientes da sua responsabilidade social e dos princípios éticos na sua atividade profissional;
  2. Fornecer sólidos conhecimentos teóricos e práticos necessários e que capacitem o egresso a projetar, conduzir experimentos e interpretar resultados;
  3. Realizar a integração com os demais cursos e núcleos de pesquisa e extensão da Faculdade AJES que desenvolvam projetos e ações relacionados com a temática ambiental;
  • Capacitar o futuro engenheiro para aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à Engenharia Ambiental e Sanitária;
  • Oportunizar o desenvolvimento de habilidades para pesquisa que levem o egresso a identificar, formular e resolver problemas de engenharia;
  1. Planejar, elaborar, executar e analisar projetos técnicos e tecnologias da Engenharia Ambiental e Sanitária nas mais diversas áreas de atuação do Engenheiro Ambiental e Sanitarista.

Pode-se ressaltar que o Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, com estes objetivos, incentiva e valoriza a autonomia intelectual dos estudantes, o desenvolvimento de suas habilidades, do espírito científico e do pensamento reflexivo, a realização de atividades de extensão, de projetos multidisciplinares, o trabalho em equipe, a aproximação com a prática profissional, bem  como o empoderamento do estudante como profissional da área ambiental, assim participando e colaborando com a efetivação destes objetivos junto à Coordenação de Curso.

PERFIL DO EGRESSO

O aluno egresso do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Faculdade AJES deverá estar preparado para desenvolver suas atribuições, pautadas em sólido conhecimento técnico-científico, demonstrando competência e atitudes éticas e responsáveis, de forma a desenvolver relacionamentos de confiança íntegros e de confiança com o campo de trabalho e a sociedade em geral.

A complexidade socioeconômica tem exigido novos graus de especialização funcional e técnica dos profissionais de engenharia necessários para atender a demanda pelo exercício profissional nas suas diferentes áreas de trabalho. Dessa forma, é preciso formar bacharéis com sólida base acerca dos fatores e princípios das engenharias e com visão sustentável e social. Nesse sentido, o Curso de Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária apresenta como perfil do formando egresso/profissional o engenheiro generalista, com sólida formação técnico-científica e formação humanística, postura ética, responsabilidade social, visão crítica e reflexiva, global e atualizada do mundo, consciência solidária dos problemas de seu tempo, do seu espaço, capaz de atuar em todos os níveis tecnológicos, com rigor técnico e científico, significando os princípios éticos e legais e a compreensão da realidade social, cultural e econômica em seu meio, capacitado a atuar para a transformação da realidade em benefício da sociedade.

Em consonância com as Diretrizes Curriculares para os Cursos de Graduação em Engenharia, contidas na Resolução CNE/CES Nº 2 de 24 de Abril de 2019, o perfil dos egressos de um curso de Engenharia Ambiental e Sanitária  terá como base uma sólida formação científica, técnica e profissional geral que o capacite a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento às demandas da sociedade.  O perfil do egresso deve compreender entre outras as seguintes características:

  1. Ter visão holística e humanista, ser crítico, reflexivo, criativo, cooperativo e ético e com forte formação técnica;
  2. Estar apto a pesquisar, desenvolver, adaptar e utilizar novas tecnologias, com atuação inovadora e empreendedora;
  • Ser capaz de reconhecer as necessidades dos usuários, formular, analisar e resolver, de forma criativa, os problemas de Engenharia;
  1. Adotar perspectivas multidisciplinares e transdisciplinares em sua prática;
  2. Considerar os aspectos globais, políticos, econômicos, sociais, ambientais, culturais e de segurança e saúde no trabalho;
  3. Atuar com isenção e comprometimento com a responsabilidade social e com o desenvolvimento sustentável.

Espera-se também que o egresso seja habilitado a atuar competitivamente em um planeta globalmente integrado, antecipando-se às constantes variabilidades e transformações de mercado, percebendo as vantagens competitivas oferecidas por uma economia aberta e sabendo tirar proveito de tal irreversível processo.  Além disso, o profissional formado pela Faculdade AJES precisa entender a realidade da região onde está inserido, buscando atender às necessidades específicas das pessoas, empresas e das instituições sociais que dela fazem parte.

Para consolidar concretamente o perfil definido, mister se faz definir-se algumas competências e habilidades exigíveis no processo de formação profissional dos egressos, tais como:

COMPETÊNCIA GERAIS

O curso de bacharelado em Engenharia Ambiental e Sanitária tem, por objetivo, dotar o profissional de conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades previstas na Resolução CNE/CES 02, de 24 de abril de 2019, Sendo:

I — Formular e conceber soluções desejáveis de engenharia, analisando e compreendendo os usuários dessas soluções e seu contexto:

  1. Ser capaz de utilizar técnicas adequadas de observação, compreensão, registro e análise das necessidades dos usuários e de seus contextos sociais, culturais, legais, ambientais e econômicos;
  2. Formular, de maneira ampla e sistêmica, questões de engenharia, considerando o usuário e seu contexto, concebendo soluções criativas, bem como o uso de técnicas adequadas.

II — Analisar e compreender os fenômenos físicos e químicos por meio de modelos simbólicos, físicos e outros, verificados e validados por experimentação:

  1. Ser capaz de modelar os fenômenos, os sistemas físicos e químicos, utilizando as ferramentas matemáticas, estatísticas, computacionais e de simulação, entre outras;
  2. Prever os resultados dos sistemas por meio dos modelos;
  3. Conceber experimentos que gerem resultados reais para o comportamento dos fenômenos e sistemas em estudo;
  4. Verificar e validar os modelos por meio de técnicas adequadas.

 III — Conceber, projetar e analisar sistemas, produtos (bens e serviços), componentes ou processos:

  1. Ser capaz de conceber e projetar soluções criativas, desejáveis e viáveis, técnica e economicamente, nos contextos em que serão aplicadas;
  2. Projetar e determinar os parâmetros construtivos e operacionais para as soluções de Engenharia;
  3. Aplicar conceitos de gestão para planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de Engenharia.

 IV — Implantar, supervisionar e controlar as soluções de Engenharia:

  1. Ser capaz de aplicar os conceitos de gestão para planejar, supervisionar, elaborar e coordenar a implantação das soluções de Engenharia;
  2. Estar apto a gerir, tanto a força de trabalho quanto os recursos físicos, no que diz respeito aos materiais e à informação;
  3. Desenvolver sensibilidade global nas organizações;
  4. Projetar e desenvolver novas estruturas empreendedoras e soluções inovadoras para os problemas;
  5. Realizar a avaliação crítico-reflexiva dos impactos das soluções de Engenharia nos contextos social, legal, econômico e ambiental.

 V — Comunicar-se eficazmente nas formas escrita, oral e gráfica:

  1. Ser capaz de expressar-se adequadamente, seja na língua pátria ou em idioma diferente do Português, inclusive por meio do uso consistente das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC’s), mantendo-se sempre atualizado em termos de métodos e tecnologias disponíveis.

 VI — Trabalhar e liderar equipes multidisciplinares:

  1. Ser capaz de interagir com as diferentes culturas, mediante o trabalho em equipes presenciais ou a distância, de modo que facilite a construção coletiva;
  2. Atuar, de forma colaborativa, ética e profissional em equipes multidisciplinares, tanto localmente quanto em rede;
  3. Gerenciar projetos e liderar, de forma proativa e colaborativa, definindo as estratégias e construindo o consenso nos grupos;
  4. Reconhecer e conviver com as diferenças socioculturais nos mais diversos níveis em todos os contextos em que atua (globais/locais);
  5. Preparar-se para liderar empreendimentos em todos os seus aspectos de produção, de finanças, de pessoal e de mercado.

VII — Conhecer e aplicar com ética a legislação e os atos normativos no âmbito do exercício da profissão:

  1. Ser capaz de compreender a legislação, a ética e a responsabilidade profissional e avaliar os impactos das atividades de Engenharia na sociedade e no meio ambiente;
  2. Atuar sempre respeitando a legislação, e com ética em todas as atividades, zelando para que isto ocorra também no contexto em que estiver atuando.

 VIII — Aprender de forma autônoma e lidar com situações e contextos complexos, atualizando-se em relação aos avanços da ciência, da tecnologia e aos desafios da inovação:

  1. Ser capaz de assumir atitude investigativa e autônoma, com vistas à aprendizagem contínua, à produção de novos conhecimentos e ao desenvolvimento de novas tecnologias;
  2. Aprender a aprender.

 COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DO ENGENHEIRO AMBIENTAL E SANITÁRIO

  1. Supervisão, coordenação e orientação técnica;
  2. Estudo, planejamento, projeto e especificação;
  • Estudo de viabilidade técnico-econômica;
  1. Assistência, assessoria e consultoria;
  2. Direção de obra e serviço técnico;
  3. Vistoria, perícia, avaliação, arbitramento, laudo e parecer técnico;
  • Desempenho de cargo e função técnica;
  • Ensino, pesquisa, análise, experimentação, ensaio e divulgação técnica; extensão;
  1. Elaboração de orçamento; Atividade
  2. Padronização, mensuração e controle de qualidade;
  3. Execução de obra e serviço técnico;
  • Fiscalização de obra e serviço técnico;
  • Produção técnica e especializada;
  • Condução de trabalho técnico;
  1. Condução de equipe de instalação, montagem, operação, reparo ou manutenção;
  • Execução de instalação, montagem e reparo;
  • Operação e manutenção de equipamento e instalação;
  • Execução de desenho técnico
  • Controle sanitário do ambiente;
  1. Captação e distribuição de água;
  • Tratamento de água, esgoto e resíduos;
  • Controle de poluição;
  • Drenagem;
  • Higiene e conforto de ambiente; seus serviços afins e correlatos.

ATUAÇÃO PROFISSIONAL

O desenvolvimento do perfil e das competências estabelecidas para o egresso do curso de graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária visam à atuação em campos da área geral e correlatas, podendo compreender uma ou mais das seguintes áreas de atuação:

  1. Atuação em todo o ciclo ambiental e sustentável dos empreendimentos;
  2. Atuação em todo o ciclo de captação, tratamento e distribuição de águas;
  • Atuação em licenciamentos e estudos de impactos ambientais;
  1. Atuação no controle de poluição
  2. Atuação em todo o ciclo de vida e contexto de empreendimentos, inclusive na sua gestão e manutenção; e
  3. Atuação na formação e atualização de futuros engenheiros e profissionais.

O profissional egresso estará ainda apto para o exercício da profissão de engenheiro ambiental e sanitarista, com todas as atribuições profissionais previstas pelo Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA) e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) referentes a: administração, gestão e ordenamento ambientais; monitoramento e mitigação de impactos ambientais; sistemas de abastecimento de água; sistemas de captação e tratamento de efluentes; gerenciamento e tratamento de resíduos sólidos; controle da poluição ambiental; instalações prediais hidrossanitárias; saneamento de edificações, locais públicos; saneamento de alimentos.