PROCESSO SELETIVO 2023 INSCREVA-SE

GRADUAÇÃO - BACHARELADO EM BIOMEDICINA

Agora, é necessário aguardar o MEC publicar a portaria de autorização no Diário Oficial

OBJETIVO GERAL

O Curso de Bacharelado em Biomedicina da Faculdade AJES reflete os objetivos preconizados nas DCN do Curso, na legislação educacional e nos documentos e na missão Institucional. Visa proporcionar conhecimentos teórico-metodológicos, ético-políticos e técnico-operativos para formação de Biomédicos críticos, competentes e capazes de interagir socialmente, preparando-os para trabalhar com o medicamento no aspecto social, científico e tecnológico, pautados na ética e comprometidos com as políticas de saúde e com as particularidades das demandas regionais, onde a assistência biomédica crítica e efetiva, em todos os níveis das diversas ações de saúde individuais e coletivas vem se desenvolvendo.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Oferecer um currículo sólido, inovador, atento às demandas do desenvolvimento social atual, proporcionando ao aluno habilidades empreendedoras, criativas e autônomas;
  • Proporcionar formação contextualizada com inserção institucional da IES, política, geográfica e social;
  • Propor discussões teóricas e filosóficas que motivem a sensibilidade humanista, o posicionamento moral e o senso crítico, para que o aluno possa agir eticamente no campo da Biomedicina;
  • Apresentar um percurso formativo interdisciplinar, para que o aluno seja capaz de participar do desenvolvimento da sociedade brasileira, respeitando a diversidade, a justiça, a equidade e a solidariedade;
  • Trabalhar ações inovadoras a partir das metodologias ativas de aprendizagem, proporcionando ao aluno a adequação entre teoria e prática;
  • Estimular a produção científica e a extensão através dos projetos institucionais;
  • Promover a integração do Curso com a comunidade do entorno da Faculdade AJES, através do fortalecimento do eixo ensino-pesquisa-extensão, objetivando a complementação da formação do aluno e a melhoria das condições de vida da população;
  • Formar biomédicos comunicadores e líderes com competência para o trabalho em equipe multiprofissional a fim de, com embasamento teórico, responsabilidade e comprometimento, facilitar a tomada de decisões na área da saúde;
  • Capacitar para o exercício das atividades relacionadas às Análises Clínicas, Toxicológicas e Bromatológicas;
  • Desenvolver habilidades de educador e promotor da saúde de forma integrada e contínua as demais instâncias do sistema de saúde e de forma colaborativa com os demais profissionais;
  • Formar profissionais que reconheçam a importância e o impacto do exercício profissional na saúde da população, na consolidação das políticas públicas e fortalecimento do setor saúde em nosso país.

PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO

O perfil profissional almejado do egresso do Curso de Biomedicina da Faculdade do AJES está coerente com as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) e com o Projeto Pedagógico do Curso (PPC).

Remetendo às DCNs (Resolução CNE/CES nº 2/2013), o caput do artigo 3º estabelece que o formando egresso/profissional "Biomédico, com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual. Capacitado ao exercício de atividades referentes às análises clínicas, citologia oncótica, análises hematológicas, análises moleculares, produção e análise de bioderivados, análises bromatológicas, análises ambientais, bioengenharia e análise por imagem, pautado em princípios éticos e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, dirigindo sua atuação para a transformação da realidade em benefício da sociedade".

O Biomédico egresso do Curso de Biomedicina da AJES deve ser um profissional que alie a compreensão dos fundamentos teóricos da ciência à visão global atualizada da sociedade e à preocupação com o meio-ambiente; que assume um perfil de inserção cidadã, humanista e generalista, com capacidade de análise e reflexão crítica sobre a realidade, e ainda com o domínio das competências cognitivas e práticas da área escolhida. Dessa forma, a ênfase é na construção do aluno-cidadão, considerando os aspectos profissionais e humanos, de forma que favoreça sua inserção no mercado de trabalho e sociedade.

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES 

Em consonância com o art. 4 são competências e habilidades gerais que devem ser desenvolvidas pelo Curso do Bacharelado em Biomedicina:

I - Atenção à saúde: os profissionais de saúde, dentro de seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo. Cada profissional deve assegurar que sua prática seja realizada de forma integrada e continua com as demais instâncias do sistema de saúde. Sendo capaz de pensar criticamente, de analisar os problemas da sociedade e de procurar soluções para os mesmos. Os profissionais devem realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética, tendo em conta que a responsabilidade da atenção à saúde não se encerra com o ato técnico, mas sim, com a resolução do problema de saúde, tanto em nível individual como coletivo;

 II - Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais de saúde deve estar fundamentado na capacidade de tomar decisões visando o uso apropriado, eficácia e custo-efetividade, da força de trabalho, de medicamentos, de equipamentos, de procedimentos e de práticas. Para este fim, os mesmos devem possuir competências e habilidades para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;

III - Comunicação: os profissionais de saúde devem ser acessíveis e devem manter a confidencialidade das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral. A comunicação envolve comunicação verbal, não verbal e habilidades de escrita e leitura; o domínio de, pelo menos, uma língua estrangeira e de tecnologias de comunicação e informação;

 IV - Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais de saúde deverão estar aptos a assumirem posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade. A liderança envolve compromisso, responsabilidade, empatia, habilidade para tomada de decisões, comunicação e gerenciamento de forma efetiva e eficaz;

V - Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativas, fazer o gerenciamento e administração tanto da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou lideranças na equipe de saúde;

VI - Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática. Desta forma, os profissionais de saúde devem aprender a aprender e ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento/estágios das futuras gerações de profissionais, mas proporcionando condições para que haja benefício mútuo entre os futuros profissionais e os profissionais dos serviços, inclusive, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmico/profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

Em conformidade com o Art. 5º da DCN’s, a formação profissional do biomédico envolve conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades específicas:

I - respeitar os princípios éticos inerentes ao exercício profissional;

II - atuar em todos os níveis de atenção à saúde, integrando-se em programas de promoção, manutenção, prevenção, proteção e recuperação da saúde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano, respeitando-o e valorizando-o;

 III - atuar multiprofissionalmente, interdisciplinarmente e transdisciplinarmente com extrema produtividade na promoção da saúde baseado na convicção científica, de cidadania e de ética;

IV - reconhecer a saúde como direito e condições dignas de vida e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema;

V - contribuir para a manutenção da saúde, bem estar e qualidade de vida das pessoas, famílias e comunidade, considerando suas circunstâncias éticas, políticas, sociais, econômicas, ambientais e biológicas;

VI - exercer sua profissão de forma articulada ao contexto social, entendendo-a como uma forma de participação e contribuição social;

 VII - emitir laudos, pareceres, atestados e relatórios;

 VIII - conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos;

IX - realizar, interpretar, emitir laudos e pareceres e responsabilizar-se tecnicamente por análises clínico-laboratoriais, incluindo os exames hematológicos, citológicos, citopatológicos e histoquímicos, biologia molecular, bem como análises toxicológicas, dentro dos padrões de qualidade e normas de segurança;

 X - realizar procedimentos relacionados à coleta de material para fins de análises laboratoriais e toxicológicas;

 XI - atuar na pesquisa e desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de produtos obtidos por biotecnologia;

 XII - realizar análises fisico-químicas e microbiológicas de interesse para o saneamento do meio ambiente, incluídas as análises de água, ar e esgoto;

XIII - atuar na pesquisa e desenvolvimento, seleção, produção e controle de qualidade de hemocomponentes e hemoderivados, incluindo realização, interpretação de exames e responsabilidade técnica de serviços de hemoterapia;

XIV - exercer atenção individual e coletiva na área das análises clínicas e toxicológicas;

XV - gerenciar laboratórios de análises clínicas e toxicológicas;

 XVI - atuar na seleção, desenvolvimento e controle de qualidade de metodologias, de reativos, reagentes e equipamentos;

 XVII - assimilar as constantes mudanças conceituais e evolução tecnológica apresentadas no contexto mundial;

 XVIII - avaliar e responder com senso crítico as informações que estão sendo oferecidas durante a graduação e no exercício profissional;

XIX - formar um raciocínio dinâmico, rápido e preciso na solução de problemas dentro de cada uma de suas habilitações específicas;

XX - ser dotado de espírito crítico e responsabilidade que lhe permita uma atuação profissional consciente, dirigida para a melhoria da qualidade de vida da população humana;

XXI - exercer, além das atividades técnicas pertinentes a profissão, o papel de educador, gerando e transmitindo novos conhecimentos para a formação de novos profissionais e para a sociedade como um todo.

CAMPO DE ATUAÇÃO

Os biomédicos atuam primordialmente no diagnóstico e na pesquisa de doenças que afetam os seres humanos, desenvolvendo atividades de identificação, análise e investigação de microrganismos causadores de infecções, bem como medicamentos e vacinas.

  • órgãos de saúde pública;
  • bancos de sangue;
  • institutos de pesquisa;
  • clínicas;
  • hospitais;
  • Indústrias de alimentos;
  • faculdades privadas e públicas.